DÚVIDAS? CLICK AQUI
angola.jpg
republica-de-angola.jpg

Engenharia Informática

ENGENHARIA INFORMÁTICA

CONTEXTUALIZAÇÃO DO CURSO

O curso de Engenharia Informática do INSTITUTO SUPERIOR TÉCNICO MILITAR tem como finalidade formar engenheiros informáticos com competências e habilidades profissionais. Estes serão investigadores de excelência, criativos, humanistas, com capacidade de liderança, pensamento crítico e disciplina, capazes de gerar, aplicar e difundir conhecimento.

O curso de Engenharia Informática fornece ao aluno uma sólida formação teórica e prática, relativamente às ciências de base como a matemática, a física e a electrónica que o permitem conceber e implementar um sistema informático completo, quer seja apoiado em base de dados e redes de computadores ou de percepção, modelação e simulação. Estas disciplinas e as próprias da especialidade permitem desenvolver a capacidade intelectual que habilita e estimula o aluno a adquirir atitudes de estudo e permanente aprendizagem, indispensáveis  no exercício profissional.

A formação do engenheiro informático acompanhará o desenvolvimento das novas tecnologias nas suas diversas áreas:  análise,  desenho e implementação de software, gestão, administração e implementação de redes de computadores, projecto e manutenção de equipamentos, modelação e simulação e aplicações multimédia e telemáticas.

Os licenciados em Engenharia Informática podem dar continuidade à sua formação em cursos de pós-graduação – académico/profissional – em níveis de especialização, mestrado e/ou doutoramento, visando a actuação em pesquisa, desenvolvimento e inovação científico-tecnológico.



OBJECTIVOS DO CURSO

O objectivo do curso é formar engenheiros informáticos que, dentre outras habilidades, sejam capaz de:

  1. Aplicar as técnicas de programação orientadas a objectos.
  2. Determinar os principais objectos e as relações entre os mesmos, para obter os diagramas de classes de cada problema a resolver segundo as necessidades expostas.
  3. Elaborar diagramas de classes para a solução dos problemas que se propõem em cada projecto.
  4. Programar, compilar e executar os algoritmos traçados.
  5. Desenhar e criar bases de dados através de um gestor, que dê solução aos problemas expostos.
  6. Programar e pôr em execução uma aplicação de gestão de dados utilizando uma plataforma de desenvolvimento em ambiente web.
  7. Desenhar um sistema informático que cumpra com os requisitos funcionais solicitados pelo utilizador.
  8. Desenhar e realizar o ciclo de vida completo de um software (estudo preliminar, análise, desenho, implementação, implantação e manutenção).
  9. Identificar os principais elementos e periféricos que compõem a arquitectura de um computador.
  10. Fundamentar a importância de cada uma destas partes para um correcto funcionamento do computador.
  11. Identificar os elementos necessários para realizar os processos de instalação, verificação e comprovação dos sistemas operativos e software em um computador.
  12. Projectar o desenho de sistemas informáticos confiáveis e de redes de computadores seguras.
  13. Aplicar os conceitos fundamentais do intercâmbio de informação na implementação de uma rede de computadores.
  14. Descrever os modelos de referência dos protocolos de comunicações.
  15. Identificar os protocolos básicos e os extremos.
  16. Descrever as funções das capas nos modelos de referência.
  17. Identificar, empregar e avaliar os meios técnicos nas redes de computadores.
  18. Identificar as tecnologias e os padrões utilizados nas redes de computadores.


PERFIL DE FORMAÇÃO

A engenharia, e em particular a Engenharia Informática, é uma  profissão na qual o conhecimento da matemática, da física, da electrónica e das demais ciências é aplicado  para desenvolver de forma eficiente, racional, económica e sustentável, os diferentes recursos - humanos, lógicos e materiais - tendo como objectivo a concepção, implementação e manutenção de produtos e serviços de informática.

O engenheiro informático ocupa-se da aplicação das ciências e das técnicas nos  diferentes ramos: ensino, estudo, projecto, fiscalização e controle, incluindo a coordenação e gestão de todas estas actividades. Os engenheiros informáticos  podem trabalhar integrados em projectos de engenharia onde intervêm outros profissionais com diferentes qualificações e capacidades.

O engenheiro informático deve dispor de competências profissionais necessárias para:

  • Elaborar, rever, coordenar, executar projectos informáticos;
  • Gerir e controlar processos;
  • Propor soluções tecnicamente adequadas e economicamente viáveis:
  • Possuir sólida formação técnica, científica, e profissional, possibilitando dirigir e executar tarefas na especialidade;
  • Realizar e analisar o desempenho e o desenvolvimento de sistemas informáticos dando soluções a tarefas designadas;
  • Preparar o pessoal na observância de uma cultura e disciplina tecnológica durante a realização dos trabalhos e controlar o seu cumprimento;
  • Operar com o equipamento tecnológico básico de sua esfera ocupacional;
  • Exigir e controlar a aplicação das normas de segurança e higiene no trabalho;
  • Executar as tarefas correspondentes ao campo de acção da engenharia informática: conceber, analisar, projectar, construir e realizar a manutenção.

PLANO CURRICULAR

Primeiro Ano

 
Segundo Ano
Terceiro Ano
Quarto Ano
Quinto Ano
Total Geral do Curso: 3840 horas de aula
istm_logotiposm.png
Instituto Superior Técnico Militar

Contactos

INSTITUTO SUPERIOR TÉCNICO MILITAR
Avenida Deolinda Rodrigues Km 9 
Luanda, Angola

Secretaria Geral
(+244) 936 755 944  l  992 732 750
Dept. Assuntos Académicos
(+244) 936 755 937  l  992 732 749

© Copyright 2020 ISTM. Desenvolvido pela AngoWeb.

Search